segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Rapperswil



No começo do mês fui com a minha querida Ursula para Rapperswil, em alemão-suíço Rappi. Uma cidade localizada no cantão de St. Gallen, na Suíça. Fica no lado leste do Lake Zürich e tem uma população de aproximadamente 8.000 habitantes (2006). Fácil de chegar, a sugestão é ir cedo de barco e aproveitar o passeio de aproximandamente 2 horas, tomando um café da manhã. Com paradas em diversos pontos do Lake Zürich, o que mais me chamou a atenção no meio do caminho foi a fábrica da Lindt e Sprüngli - GIGANTESCAAAAA!

Os principais pontos turísticos estão localizados no centro da cidade, que podem ser vistos enquanto se caminha pelos becos e vielas com ares medievais. Os pontos mais interessantes: os parques de flores, o Castelo de Rapperswil, o monastério Capuchin e as construções sobreviventes da Idade Média.

A cidade é também conhecida pela "Cidade das Rosas", devido às suas grandes exposições de rosas, em três diferentes parques com esta finalidade. São nada menos do que 15.000 plantas de 600 diferentes tipos, que podem ser vistas entre os meses de Junho e Outubro. Há também um jardim de rosas no centro da cidade, com acesso para pessoas com necessidades especiais.

O centro antigo é dominado pelo Castelo de Rapperswil, localizado em uma península da cidade e encrustado no topo da colina Herrenberg. Não se sabe a data exata de quando foi contruído, mas acredita-se que foi no início do século XIII, já que foi mencionado pela primeira vez em 1229. 121 anos depois, em 1350, o mesmo foi destruído por Rudolf Brun - governante de Zürich na época - e reconstruído 2 anos depois pelo Duque da Áustria, Albrecht II. Alguns "bambis" fizeram do local sua moradia. Desde 1870 abriga o Museu Nacional Polonês, criado pelos imigrantes polonesese fundado por Wladyslaw Broel-Plater. Lá do alto dá para ver uma boa parte da cidade, o porto e o Lake Zürich.

O monastério Capuchin foi estabelecido em 1606 como a correspondente Católica do local e continua em funcionamento até hoje. As principais igrejas da cidade inclui a St. John's Church (católica-romana), a capela do cemitério e uma pequena Protestante.

Rapperswil também agrada a crianças. Pela boa localização, foi escolhida em 1919 como sede do Circus Knie, um circo nacional, agora também responsável pelo Circus Museum e o Knie's Kinderzoo.

A cidade abriga ainda a Universidade de Ciências Aplicadas de Rapperswil e Escola de Economia.

Dos locais mencionados, visitei com minha professora de alemão o Castelo, os jardins, o centro "Middle Age" e um excelente restaurante. Infelizmente não foi possível visitar o Museu pois estava fechado. Finalizamos com um almoço delicioso e voltamos de trem, uma viagem de 30 minutos até a estação central de Zürich.

A próxima viagem é para ilha de Mainau ;)

Beijos a todos
Deia

Obs: Tirei alguns dados sobre a cidade no Wikipedia e traduzi sozinha. Quem tiver mais interesse sobre o local e quiser saber sua história, só clicar aqui. (Em inglês). Já as fotos, são minhas mesmo. Para ver o álbum todo, só clicar aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário